25 fev

“Nossa luta é um ato de cultura”. A bela mensagem filosófica de Amílcar Cabral nos remete à análise sobre a importância da preservação da identidade cultural de um país. E o Carnaval – mundialmente reconhecido – é a expressão cultural que já enraizou na sociedade brasileira. Por isso, é importante conhecer a trajetória histórica e compreender a riqueza e diversidade dessa festa popular, e que atrai anualmente turistas do mundo inteiro.

O Carnaval que sempre começa no sábado e se estende até a terça-feira, além de São Paulo e Rio de Janeiro – que carregam a tradição dos famosos desfiles das escolas de Samba – conta com desfiles menores em várias cidades do País, como Rio Grande do Sul, Uruguaiana, São Luís do Maranhão, Manaus, Belém, e o famoso festival dos Bois Bumbás, em Parintins.

É tanta tradição, que muitos acreditam ser feriado, o que não é. E o funcionamento da iniciativa privada varia de acordo com a legislação municipal ou acordo coletivo com o sindicato.

Frases-Sobre-o-Carnaval-6

Segundo relatos, as primeiras agremiações teriam surgido no Rio de Janeiro, em 1920. Desde então, a cidade tornou-se referência em Carnaval. Com o passar dos anos as escolas apresentavam desfiles cada vez mais diversificados e sofisticados. Na atualidade, como não se trata de simples desfile, mas posições entre as escolas, o Carnaval se supera; ganha novos enredos, coreografias e personalidades do mundo televisivo abrilhantando os desfiles.

O sucesso do Carnaval brasileiro começou a ser transmitido para a televisão no ano de 1983, e os Sambódromos comprovam todo ano a grandiosidade dos desfiles e a força do evento no país.

Apesar de o Carnaval valorizar e ser parte da cultura brasileira, há quem não goste. Por isso, mensagens são enfatizadas na internet de que o Carnaval não é tudo, e que existem muitas opções para quem não curte.