14 jun

Luz! Câmera! Ação! Esse é o grito de guerra dos estudantes que participam do PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência). E na tarde dessa terça-feira (13/06) novamente foi entoado várias vezes durante a formatura da primeira turma de 2017. A solenidade aconteceu no anfiteatro Nelson Cecilio, e para a alegria das crianças contou com a participação do adorável e corajoso mascote, o Leão Daren. O Daren sempre disse “não” às drogas e tem ajudado as crianças do mundo todo a tomar a mesma decisão.

O Proerd é um programa de caráter social e preventivo posto em prática por policiais militares capacitados. O programa tem duração de 4 meses, com aulas, pesquisas, debates e reflexões sobre a importância de dizer não às drogas e a violência.

1

As aulas são ministradas pelo soldado PM Moacir Celestino de Carvalho, da Polícia Militar uma vez por semana para os alunos que estejam cursando quintos ou sétimos anos do ensino fundamental. O programa utiliza cartilha especialmente criada para essa finalidade, que além de estimular as crianças a resistirem às pressões quanto ao uso de drogas, estreita o relacionamento polícia-cidadão.

Voltado basicamente às escolas da rede pública, o programa contempla alguns colégios particulares, como é o caso do Colégio Network, onde as aulas acontecem toda segunda-feira, no período da tarde.

3

O Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD é a adaptação brasileira do programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education – D.A.R.E., surgido em 1983. No Brasil, o programa foi implantado em 1992, pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, e hoje é adotado em todo o Brasil. Presente em 54 países o programa já formou mais de 60 milhões de crianças em todo o mundo.